TST: Trabalho e Justiça | Acompanhe o programa de terça-feira (21/11)

0
88




                         Baixe o áudio

      

 

21/11/23 – Um operador de produção da JBS S.A em Campo Grande (MS) conseguiu, em recurso julgado pela Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho, indenização de R$ 8 mil por ter sido vigiado por câmeras no interior do vestiário masculino. Segundo o colegiado, o monitoramento é injustificável e invade a privacidade e a intimidade do trabalhador.

A reportagem especial fala sobre trabalho escravo contemporâneo. No Brasil, mais de 60 mil pessoas foram resgatadas de situações análogas à escravidão em 27 anos, segundo o Painel de Informações e Estatísticas da Inspeção do Trabalho. Grande parte dos casos ocorre no ambiente doméstico. 

Aperte o play para ouvir o programa completo!

Com informações da assessoria de imprensa do TST.

Fonte

MH Cálculos - Fale com um Especialista
MH Cálculos - Fale com um Especialista

DEIXAR UMA RESPOTA

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui