TST: Empregado que ia de táxi ao trabalho não tem direito a vale-transporte

0
316




                         Baixe o áudio

      

 

O vale-transporte foi instituído pela Lei 7.418 de 1985. Quando o trabalhador tem interesse em recebê-lo, deve fazer uma declaração e informar o empregador sobre o endereço residencial, e os serviços e meios de transporte utilizados para o deslocamento ao trabalho, compreendendo o transporte coletivo, urbano, intermunicipal ou interestadual. A legislação prevê o desconto de 6% do salário do empregado para despesas com transporte mensal e o valor restante deve ser custeado pelo empregador. No Giro pela Justiça do Trabalho, saiba como o Tribunal Regional do Trabalho da 12a Região (Santa Catarina) julgou um caso envolvendo um trabalhador que ia de táxi diariamente ao trabalho e solicitou o benefício. 

Quem traz os detalhes é o repórter Carlos Nogueira.

Com informações da assessoria de imprensa do TST.

Fonte

MH Cálculos - Fale com um Especialista
MH Cálculos - Fale com um Especialista

DEIXAR UMA RESPOTA

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui